Veja aqui como participar

O Programa Senac de Gratuidade, também conhecido como PSG, é mais uma ação da instituição para promover a inclusão social. O PSG oferece, a partir de 2009, vagas gratuitas em cursos de educação profissional, da Formação Inicial ao Nível Técnico, com custo zero à população brasileira de baixa renda.
Como está presente por todo o Brasil, trabalhando com diferentes realidades, o Senac de cada estado irá anunciar à população, por meio de jornais ou outros meios de comunicação, os cursos disponíveis, o número de vagas, as unidades que realizarão os cursos e os turnos em que eles serão oferecidos.
O PSG foi criado para atender às necessidades da população de baixa renda. Ou seja, pessoas cuja renda familiar mensal por pessoa não ultrapasse dois salários mínimos - a referência é o salário mínimo federal. Os candidatos a essas vagas devem ser alunos que estejam cursando, ou já tenham concluído, a educação básica e trabalhadores empregados ou desempregados. É importante dizer que os que atenderem as duas condições - aluno e trabalhador - terão prioridade.
Primeiramente, é preciso calcular a renda bruta de todos os membros de sua família. Por exemplo, somando todos os salários e dividindo esse total por todos os componentes que dividem a mesma moradia. Se a média for até dois salários mínimos federais, você poderá concorrer a uma vaga no PSG. Lembrando que entende-se por grupo familiar, além do próprio candidato, o conjunto de pessoas que residam na mesma moradia que o candidato que, cumulativamente, usufruam da renda bruta mensal familiar e tenham com o candidato algum dos seguintes graus de parentesco: pai, padrasto, mãe, madrasta, cônjuge, companheiro(a), filho(a), enteado(a), irmão(ã) ou avô(ó). Qualquer dúvida, é só procurar a unidade do Senac mais próxima de você.
Basta acessar a página de inscrição do PSG, no site do Senac Rio, e escolher o curso, o turno e o endereço mais convenientes para você. Para acessar o site de inscrição do PSG clique aqui.
Sim. Existe uma seleção baseada em critérios que atendem ao protocolo firmado com o Governo Federal, à legislação da educação profissional e aos requisitos de acesso exigidos pela Instituição para ingresso no curso escolhido. No Senac Rio, a aprovação nesta seleção obedecerá: a ordem de classificação no Índice PSG, a quantidade de vagas oferecidas no curso escolhido pelo candidato e a apresentação dos documentos exigidos para a matrícula.

O índice PSG é uma forma de pontuar os candidatos para ver quem terá prioridade no preenchimento do número de vagas oferecido. O Índice PSG é uma fórmula matemática que considera:

  • a renda familiar bruta (soma da renda total da família, incluindo a renda do candidato);
  • se o candidato possui algum tipo de deficiência;
  • se ele é dependente ou arrimo de família;
  • se é aluno da educação básica (egresso ou matriculado);
  • sua condição de trabalho (empregado, desempregado ou candidato a primeiro emprego);
  • se já foi aluno do Programa Aprendizagem ou de outro programa gratuito do Senac;
  • e quantos membros a sua família tem.

Para cada item desses há um peso correspondente. Quanto menor for o Índice PSG, mais bem colocado o candidato estará no processo seletivo.

Esse índice será calculado a partir dos dados fornecidos pelos candidatos, a partir de um sistema informatizado, nas unidades do Senac Rio.

Caso haja candidatos com o mesmo Índice PSG, os critérios para desempate são (por ordem):

  • 1º - menor renda per capita;
  • 2º - ser aluno da educação básica e trabalhador;
  • 3º - ser aluno da educação básica;
  • 4º - ser egresso da educação básica;
  • 5º - ser trabalhador desempregado;
  • 6º - ser trabalhador;
  • 7º - ser pessoa com deficiência;
  • 8º - ser egresso do Programa de Aprendizagem ou de outro programa gratuito oferecido pelo Senac;
  • 9º - candidato mais idoso;
  • 10º - ordem de inscrição.

No ato da matrícula, o candidato - ou o seu responsável legal - assinará um termo de compromisso, no qual estão definidas as regras a serem cumpridas, bem como as conseqüências previstas para os casos de desistência sem justificativa. O aluno que abandonar o curso, por exemplo, terá a matrícula cancelada e terá de esperar dois anos para fazer uma nova solicitação de vaga no PSG. Essa regra foi criada para dar chance a quem realmente quer estudar e crescer.

A qualidade sempre está presente nos programas educacionais do Senac Rio, seja em cursos pagos ou nos gratuitos. Será o mesmo conteúdo, a mesma carga horária e o mesmo material didático.

Certamente. No Senac o aluno pode ir cada vez mais longe em sua carreira, planejando hoje o que deseja trilhar na sua profissão.

A experiência profissional no mundo do trabalho sempre contou para o Senac Rio e continuará contando também para os cursos do PSG. Neste caso estão os candidatos aos cursos de Aperfeiçoamento. Por exemplo, aquele que se candidatar a um curso de aperfeiçoamento na área de vendas e não possuir o certificado de vendedor, a partir da comprovação da experiência profissional e de um processo de avaliação, será certificado e só então poderá cursar o Aperfeiçoamento em vendas.

Caso sua dúvida não esteja na lista acima, entre em contato através do Fale com a Gente